Galinhos émunicípio brasileiro do Litoral Norte do estado do Rio Grande do Norte. Localiza-se na Península de Galinhosna região centro-norte do estado as margens do Oceano Atlântico rodeado por dunassalinasmanguezaispraias e um rio Galinhos tem seu acesso feito pela BR-406 e pela RN-402, distando cerca 166 km da capital estadual, Natal.

De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no ano 2009 sua população era estimada em 2.264 habitantes.

O nome do povoado de Galinhos surgiu naturalmente na boca do povo, em referência ao pequeno tamanho dos peixes-galos existentes na área. Foi por causa da abundante quantidade de peixe-galo daquela área, que um grande número de pescadores abandonou suas terras de origem, armou suas tendas na localidade e começaram a formar pequenas aldeias, tornando-se os pioneiros do povoamento. O desenvolvimento da povoação deu-se a partir de uma produtividade econômica baseada no pescado de peixes-galos e de voadores, na facilidade em produzir salinas naturais, onde o sal é bastante farto, e também, na cultura de algodão e sisal. Em 26 de março de 1963, Galinhos desmembrou-se de São Bento do Norte, através da Lei n° 2.838, tornando-se município do Rio Grande do Norte.

Atualmente, Galinhos vem despontando como um novo destino turístico devido as suas praias desertas e a paisagem preservada da região. Sua principal atração é a Praia do Farol juntamente com o Farol de Galinhos. Também pode-se destacar a Praia do Capim, onde a alta salinidade proporciona uma flutuação incomum. Nesta mesma praia, existe um parque Eólico que proporciona uma paisagem incrivelmente insólita. No trajeto entre Galinhos e a Praia do Capim, ainda é possível avistar alguns exemplares da Ararinha-Azul.

galinhos1galinhos2galinhos3galinhos4galinhos5galinhos6

Campina Grande

Campina Grande é um municípiobrasileiro no estado da Paraíba. Considerada um dos principais polos industriais da Região Nordeste bem como principal polo tecnológico da América Latina segundo a revista americana Newsweek,[10] foi fundada em 1 de Dezembro de 1697, tendo sido elevada à categoria de cidade em 11 de outubro de 1864. Pertence à Região Geográfica Imediata de Campina Grande e à Região Geográfica Intermediária de Campina Grande. De acordo com estimativas de 2017, sua população é de 410 332 habitantes, sendo a segunda cidade mais populosa da Paraíba, e sua região metropolitana, formada por dezenove municípios, possui uma população estimada em 638 017 habitantes.

O município sedia ainda variados eventos culturais, destacando-se os festejos de São João, que acontecem durante todo o mês de junho (chamado de "O Maior São João do Mundo"), encontros religiosos como o Encontro da Nova Consciência(ecumênico) e o Encontro para a Consciência Cristã (cristão), realizados durante o carnaval, além do Festival de Inverno e outros 20 eventos.

campinagrande1

campinagrande2campinagrande3campinagrande4campinagrande5campinagrande6campinagrande7campinagrande8

Deserto do Atacama - Chile 

O Deserto de Atacama está localizado na região norte do Chile até a fronteira com o Peru. Com cerca de 1000 km de extensão, é considerado o deserto mais alto do mundo. É o deserto não polar mais seco do mundo, pois chove raramente na região, em consequência de as correntes marítimas do Oceano Pacífico não conseguirem passar para o deserto, por causa de sua altitude. Assim, quando se evaporam, as nuvens úmidas descarregam seu conteúdo antes de chegar ao deserto, podendo deixá-lo durante épocas sem chuva.

De acordo com estimativas, o deserto de Atacama ocupa 105.000 quilômetros quadrados,[5] ou 128.000 quilômetros quadrados se as encostas inferiores dos Andes forem incluídas.[6] A maior parte do deserto é composta por terreno pedregoso, lagos de sal (salinas) e areia.

As temperaturas no deserto variam entre 0 °C à noite a 40 °C durante o dia. Em função destas condições existem poucas cidades e vilas no deserto; uma delas, muito conhecida, é São Pedro de Atacama, que tem pouco mais de 3000 habitantes e está a 2400 metros de altitude. Por ser bem isolada é considerada um oásis no meio do deserto e o principal ponto de encontro de viajantes do mundo inteiro, mochileirosfotógrafosastrônomoscientistaspesquisadoresmotociclistas e aventureiros, além de possuir uma vida agitada, mesmo depois da meia noite, com bares e restaurantes lotados e pessoas conversando e planejando o dia seguinte.

O deserto do Atacama é muito visado por turistas, para prática do trekkingmontanhismomontariaoff-roadmountain bike, e arqueólogos, devido ao fato da região possuir interessantes artefatos arqueológicos e históricos, além de salinasgêiseresvulcõeslagoas coloridas, vales verdejantes e cânions de água cristalina. Também há múmias com mais de 1000 anos deixadas pelos Chinchorros (antigos habitantes da área)

 

Fonte: wikipedia 

desertoatacama1

desertoatacama2desertoatacama3desertoatacama4desertoatacama5desertoatacama6desertoatacama7desertoatacama8desertoatacama9desertoatacama10desertoatacama11desertoatacama12desertoatacama13desertoatacama15desertoatacama17desertoatacama18desertoatacama19desertoatacama20

 

jalapao2018-2jalapao2018-3

jalapao2018-4

jalapao2018-6

jalapao2018-7

jalapao2018-8 

Jalapão - uma expedição no Brasil 

 A região do Jalapão, no Tocantins, é um conjunto de cinco áreas de conservação, incluindo um parque estadual, e tem 34 mil km² (maior que os estados de Sergipe e Alagoas).

 

O cenário é um dos mais exuberantes do Brasil: cachoeiras cristalinas, piscinas naturais verde-esmeralda, chapadões e dunas alaranjadas de até 40 metros de altura. Um verdadeiro deserto das águas, como sugere o apelido dado à região. Mesmo assim, ainda é pouquíssimo visitado: foram cerca de 15 mil turistas desde 2001, ano de criação do Parque Estadual do Jalapão.

 

Boa parte da explicação está na dificuldade de acesso, já que a maioria das estradas não é asfaltada, o que dá a sensação de estar no meio de um rali (vir com veículo 4×4 é muito recomendável). Diante disso, muita gente opta pelos pacotes de seis ou sete dias da Korubo Expedições (11/4063-1502; This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.), que sai de Palmas e inclui transporte, refeições, três ou quatro pernoites num camping e passeios.

 

Quem quer ir por conta própria deve se hospedar em Ponte Alta do Tocantins ou Mateiros e contratar passeios de um dia.

 

QUANDO IR

 

É possível visitar o Jalapão o ano todo, mas a estação seca, que vai de maio a setembro, é a mais indicada. De outubro a abril, apesar de os dias serem menos quentes, as chuvas podem atrapalhar os passeios, deixar as águas turvas e afetar a visibilidade dos pores do sol, um dos ápices da viagem.

 

Evite as férias escolares e feriados prolongados, quando os grupos são maiores e os passeios, muitos com limite de visitantes, lotam com antecedência.

Veja a Matéria completa clicando nos itens abaixo : 

 

 

Fonte: https://viagemeturismo.abril.com.br/cidades/parque-estadual-do-jalapao/

Fonte1 :Site: http://jalapao.to.gov.br/

 

jalapao1

jalapao2

jalapao3

jalapao4

jalapao6

jalapao7

Fonte2: jalapao9

Page 1 of 3

Informações de Contato

World Center Viagens 

Rua Luiz Martini , 289 Centro Mogi Guacu - Sp

(19) 3891-7043 

Clique aqui para pegar o link do Google Maps da Agencia

 

worldcenter

Site Personalizado para

Top